Who I am? Quem sou eu?

Nasci em Fortaleza, Ceará, em 1951, filha de um jornalista e de uma funcionária pública. Apaixonei-me pelas letras, pois elas me aproximavam muito de  meu pai e também de meu irmão mais novo, que nasceu cego. Eu lia muito para  meu irmão e, em parte, fui responsável pela sua educação escolar primária, e ele, pela minha dos sentidos.

Comecei escrevendo romances, histórias de raptos e ciganos, com meus 10, 11 anos; depois veio a fase das poesias, com vários cadernos e agendas recheadas delas. Com meu pai, assisti a apresentação de muitos cantadores no Ceará e daí veio o gosto pela rima, pela palavra. Nas estantes de minha casa, devorava coleções de autores brasileiros e internacionais. Aos sete anos, proibida por minha mãe de ler “Madame Bovary”, comecei a achar que ler era subversivo e perigoso e muito atraente.

Na final da década de 1970, nossa família fez uma mudança para São Paulo, em benefício da educação de meu irmão. Aqui, frequentando a biblioteca do colégio estadual, li muita poesia, Bandeira, Drummond, Cecília;também recortava os poemas que lia no” Jornal da Tarde”, sem saber que eles encobriam as notícias censuradas pela ditadura militar.

Nos anos 70, entrei na USP e me formei em Editoração e em Jornalismo, na ECA. No meio dos anos 1970, comecei a trabalhar na Editora Abril, nas redações de Infantis e, entre Pato Donald e Mônica, tive a escritora  Ruth Rocha, como chefe, pois me tornei editora da revista “Recreio” e de outras publicações para crianças. Escrevi meus primeiros poemas e contos que foram publicados nessas revistas.Como jornalista, trabalhei na revista “Manequim”, em livros de banca da Abril Cultural e fundei e dirigi uma revista para adolescentes, a CRICS, um sucesso na década de 1980.

Durante toda a década de 1990 fui editora executiva de livros da Editora Globo, uma década de ouro, fantástica pra mim, profissionalmente, pois publiquei grandes autores nacionais e internacionais, ganhei vários prêmios Jabuti,etc.Em 2000, dei um passo no escuro e passei a  empreendedora: abri uma editora independente, a Sá ( www.saeditora.com.br); a Sá já publicou mais de 60 títulos, nacionais e internacionais, Best-sellers, como o livro “Diários de Motocicleta”,de Ernesto Che Guevara, etc. A Sá atualmente também produz e-books e conteúdo infantil.

Autora de livros infantis, já traduzi, redigi, criei uma revista em quadrinhos para a Editora Abril sobre skate; escrevi livros de não-ficção entre outros: para a  Editora Melhoramentos, para um projeto da Pepsico sobre meio-ambiente e outro da Petrobrás; autora de ficção, publiquei “Dona Galinha e o ovo de Páscoa” e “Um amigo na caverna”, pela Editora Scipione; “Um ônibus pra lua” e “A bolsa nova da Lili” para a Sá Editora. Atualmente, produzo e-books para crianças com a perspectiva de formar uma biblioteca infantil com livros também em inglês e em espanhol para serem lidos via celular.

Tenho 10 títulos publicados, com suas versões para inglês e espanhol, totalizando uma mini-biblioteca de 30 livros ( somente em e-book).